|  forum
 
Forum  


- 20/02/07 12:02 Ontem à noite, após dar "uma volta" por alguns dos textos do debate apeteceu-me escrever algo sobre a gestão das escolas, o papel dos gestores e a forma de concurso ... No decurso do texto falei da articulação que, na minha perspectiva, falta nalguns dos serviços do ME.

No decurso do texto, que ainda não se encontra publicado, "questionava" o que se faz com o resultado do trabalho da IGE, nas suas visitas às escolas. No entanto, dado que não posso confirmar o teor das frases utilizadas, quero aqui expressar de uma forma bem clara, que a minha intenção não é de modo nenhum pôr em causa o que se faz na IGE. Eu tenho conhecimento de muitas das coisas que se fazem e não tenho dúvidas quanto à qualidade e valor do seu trabalho, a minha intenção é única e exclusivamente questionar o "sistema" acerca da falta de alguém que promova a articulação entre os diversos serviços. Não podemos trabalhar, (sim porque se trabalha e muito) de costas viradas uns para os outros. Daríamos contribuições bastante úteis à Educação e às Escolas se os serviços articulassem mais. E volto a repetir que as DRE's poderiam divulgar as boas práticas de gestão nas escolas. E quem conhece melhor essas boas práticas (na minha perspectiva, claro) é a IGE, dado o acompanhamento que faz anualmente aos órgãos de gestão. A iniciativa de este ou outro tipo de articulação terá de partir de alguém, tavez da Secretaria de Estado, da própria Sra Ministra ...
Poder-se-ia, por exemplo, criar encontros semanais (ou apenas nas pausas pedagógicas) onde se discutisse um tema:
- Como organizar um procedimento disciplinar, no âmbito da Lei 30/2002?
- Como organizar um processo de pedido de adiamento de matrícula? (agora que no Despacho de delegação de competências passou para os agrupamentos?
- Como preparar um processo de "acidentes em serviço"?
- Como proceder para "uma avaliação interna" das Escolas / agrupamentos?
- A maneira mais correcta de preparar o Projecto de Orçamento?
- Como organixar os serviços administrativos utilizando "a gestão de processos"?

Ou ainda:

- Como dispor as mesas na sala de aula para evitar problemas disciplinares?
etc....
No decorrer das sessões surgiriam outras propostas a que se daria resposta, contribuindo assim para um nível de excelência dos órgãos de gestão interessados e empenhados.
.........

Estas questões poderiam ser abordadas, primeiro por um especialista na área e, claro está, sempre acompanhado de alguns casos de boas práticas que deveriam ser dados a conhecer pelos serviços da IGE.

Com isto não quer dizer que não concorde com "algumas" das medidas que a Sra Ministra tem tomado. Como toda a gente, concordo mais com umas do que com outras. A minha "preocupação" como docente, embora não me encontre a leccionar, é que vejo o público com uma ideia negativa e generalizada da escola, e considero de extrema importância mostrar que existem "Boas Práticas" nalgumas Escolas para não desmotivar quem trabalha e se empenha e mostrar aos que não o fazem que é possível, podem e devem fazer melhor. O FUTURO DO NOSSO PAÍS E DOS NOSSOS FILHOS DEPENDE MUITO DO NÍVEL DA ECONOMIA, MAS DEPENDE, TAMBÉM E NUITO, DO QUE FIZERMOS PELA EDUCAÇÃO.

Item editado por: ercilia faria, em: 21/02/07 11:02
  | | O tópico foi bloqueado.